140x140

Limpeza de Caixas D'água

Certificamos sua Empresa

140x140

Impermeabilizações em Geral

Equipe de profissionais especializados.

Produtos de ultima geração.

Relatório técnico com fotos digitais.

Certificação com laudos de execução.

Profissionais qualificados com NR33 e NR35.

140x140

Controle de Pragas

Todos os tipos de pragas urbanas.

Exterminio de Baratas Germânicas

Baratas

As baratas habitam o planeta há mais de 300 milhões de anos e têm a maior capacidade de adaptação do reino animal. Há quatro mil espécies no mundo. Transmitem 38 tipos de doenças nocivas aos seres humanos.

Dentro das características da praga, pode-se relatar a capacidade de sobrevivência sem se alimentar durante até um mês, sem ingerir água durante até uma semana, ficar até 40 minutos submersa e se deslocar por fendas muito pequenas de até 1,6 mm.

A ooteca é uma estrutura que tem a função de proteger os ovos das variações do ambiente, inclusive dos inseticidas, garantindo assim, a reinfestação e perpetuação da espécie. Aliado ao seu alto potencial reprodutivo, ela produz altas infestações em um período curto de tempo e apesar de viverem aglomeradas, as baratas não são consideradas insetos sociais.

A Periplaneta americana prefere abrigos como caixas de esgoto e gordura, galerias subterrâneas, áreas de serviço, porões, sótãos, forros e áreas externas com acúmulo de material orgânico.

A Blattella germanica prefere cozinhas, depósitos de alimentos, embalagens, fornos, estufas, motores de geladeiras e freezers, conduítes, bancadas, frestas em alvenaria e armários embutidos. fonte: Bayer

Mais Detalhes »

Cupins

Os cupins que infestam casas e edifícios se alimentam, basicamente, de madeira (além dos cupins, existem as brocas de madeira, que também podem causar estragos nesse tipo de material.), mas não dispensam outros matériais celulósicos, como papel e papelão, tecidos, lã, couro e borracha.

Os cupins de madeira seca, além de madeira, podem causar danos em livros, sapatos, malas, roupas, cobertores,documentos, especialmente quando estes permanecem sem manuseio por longo tempo.

Já os cupins de solo são capazes de perfurar ou produzir estragos em muitos outros materiais que estejam entre a colônia e seu alimento principal que é a madeira.

Assim, atacam pisos, paredes, lajes impermeabilizadas e podem até desgastar o concreto, aproveitando-se das fissuras e falhas já existentes entre o concreto e os demais componentes do edifício, como os conduítes e dutos hidráulicos. fonte:Tecnomad

Mais Detalhes »

Ratos

Os ratos são espécies que apresentam uma excepcional capacidade de adaptação, suportando as mais adversas condições de vida.

Diferenciam-se das demais pragas urbanas, pois são mamíferos, apresentando maior tamanho e conseqüentemente é maior a quantidade de microorganismos (bactérias, vírus, etc.) que podem transportar como vetores mecânicos, ou transmitir através da saliva e urina.

Os ratos causam grandes prejuízos econômicos, através da deterioração de alimentos e acidentes elétricos além de causar medo e repugnância nas pessoas, vivem em colônias de un a dois anos, podem reproduzir ate 9 vezes ao ano com 8 a 14 filhotes

Ratos possuem dentes capazes de roer madeira, chumbo, alumínio, argamassa (3:1 - areia : cimento), tijolo, plástico e até cimento.

A maioria apresenta atividade noturna e habitam regiões altas e escuras como o telhado, caneletas e cabos, esgotos abertos e fechados, apresentando também uma boa memória.

Mais Detalhes »

Carrapatos

Um carrapato, carraça ou chato é um artrópode da ordem dos ácaros, classificado nas famílias Ixodidae ou Argasidae. São ectoparasitas hematófagos, responsáveis pela transmissão de inúmeras doenças. Registros fósseis sugerem sua existência há pelo menos 90 milhões de anos, com mais de 800 tipos

Encontra-se difundido por toda a Terra tanto no campo como na cidade, pois o principal motivo de sua ação é o ser humano ou animal de cujo sangue se alimenta, sendo por isso considerado hematófago e um dos principais vetores de muitas doenças causadas por vírus, bactérias, protozoários e riquétsias, que transmitem doenças ao homem e animais.

Existem espécies a partir de 0,25 mm de diâmetro. Vivem em touceiras, capim, no chão, entre as madeiras em climas úmidos ou secos.

Os carrapatos geralmente têm a forma oval e quando em jejum são planos no sentido dorso-ventral, porém após se alimentarem ficam convexos e até esféricos.

Sua carapaça é composta por quitina, na forma de um exoesqueleto, bem resistente e firme em relação a sua pouca espessura.

Mais Detalhes »

Escorpiões

O escorpião, também conhecido por lacrau ou alacrau, é um animal invertebrado artrópode (com patas formadas por vários segmentos) que pertence à ordem Scorpiones estando enquadrado na classe dos aracnídeos.

Scorpiones é a ordem de artrópodes arácnidos terrestres que reúne cerca de 2.000 espécies de escorpiões que apresentam comprimento de 10cm a 12cm, corpo alongado e quelíceras com três artículos. São animais geralmente discretos e noturnos, escondendo-se durante o dia sob troncos e cascas de árvores.

O nome escorpião é derivado do latim scorpio/scorpionis. Lacrau vem do árabe al-'aqrab.

Existem registros científicos da existência dos escorpiões há mais de 400 milhões de anos. Segundo pesquisas, foram eles os primeiros artrópodes a conquistar o ambiente terrestre. Nesta adaptação, lhes foi muito útil a carapaça de quitina que compõe o seu exoesqueleto e que evita a evaporação excessiva.

Atualmente já estão catalogadas cerca de 1600 espécies e subespécies distribuídas em 116 gêneros diferentes em todo o mundo. No Brasil existem cerca de 140 espécies.

Existem escorpiões em todos os continentes, exceto na Antártida. Encontramos espécies nos Alpes suíços e Europa em geral, no México, Estados Unidos e Canadá, na América do Sul em geral, entre lixo e entulhos das pequenas e grandes cidades, na Floresta Amazônica (Brasil), na Oceania, no norte do Mediterrâneo, no Oriente Médio, na Índia, no norte e sul da África e Ásia. Suas cores variam do amarelo palha ao negro total, passando por tons intermediários, como o amarelo-avermelhado, vermelho-amarronzado, marrom e tons de verde ou mesmo de azul.

Mais Detalhes »

Mosquitos

Mosquitos são um grupo insectos da subordem Nematocera, normalmente dando ênfase para a família Culicidae. Por constituírem vernáculos, não obedecendo às regras da nomenclatura científica, abarcam diversos táxons, como é o caso dos mosquitos-palha.

Em várias partes do Brasil, faz-se distinção entre mosquito e pernilongo: o primeiro refere-se a pequenas moscas, como as drosófilas, enquanto que o segundo, além dessa denominação, é também referido como "muriçoca"[2] . Na maioria dos estados da Região Norte do Brasil, este pernilongo chama-se "carapanã".[3] . As fêmeas do pernilongo são também conhecidas como "melgas" ou "trompeteiros".

Mais Detalhes »

Contato:

(81) 3125.9292

Solicite uma Visita!